18 de janeiro de 2021

MAIS VOCÊ

HERPES NA BOCA? QUAL A CAUSA? O QUE FAZER?

504

Você já teve pequenas bolhas nos lábios ou gengiva, que são doloridas e causam coceira? Pode ser a famosa Herpes.... Vamos entender um pouco sobre o que está acontecendo e o que deve ser feito para resolver o problema.

O QUE CAUSA A HERPES?

Aherpes é uma infecção viral, que é contagiosa. Na boca, gengiva e lábios geralmente ela é causada pelo vírus HSV-1 (Herpes Simplex tipo 1). Após o primeiro contato, o vírus fica em sua forma latente (sem sintomas) pelo resto da vida. Ou seja, o vírus vai te acompanhar para sempre, podendo ou não se manifestar clinicamente.
A manifestação clínica na região dos lábios se dá por lesões em forma de pequenas bolhas que doem e podem coçar, os sintomas da infecção costumam aparecer quando o hospedeiro do vírus se encontra com baixa imunidade, quando há exposição excessiva ao sol, próximo ao período menstrual, por traumas (batidas, mordidas) ou ainda sem causa aparente.

Existem alguns estágios das lesões, inicialmente as pessoas sentem uma sensação de coceira, posteriormente pequenas bolhas cheias de líquido geralmente no canto dos lábios, por fim a fase onde as bolhas se rompem e formam “asquinhas”e se inicia o processo de cicatrização.



O QUE FAZER QUANDO SURGEM AS LESÕES?

Sabendo que a Herpes é uma manifestação de uma infecção viral que não tem cura, podemos tratar os sintomas e tentar evitar a recorrência das lesões.

Os sintomas costumam desparecer sozinhos em cerca de 7 a 10 dias, mas antivirais podem acelerar o processo de cicatrização. Todos nós queremos que esta situação desagradável se resolva o quanto antes, mas devemos ter paciência e evitar agravar a situação ficando ainda mais nervosos (aumento do estresse) ou apertando e estourando as bolhas que surgem (aumento do trauma).

Manter hábitos saudáveis de alimentação, higiene e exercícios físicos, bem como evitar ou diminuir o estresse podem reduzir ou evitar a recorrência da manifestação clínica do vírus.

O ideal sempre é buscar a orientação de quem entenda do assunto e evitar fórmulas caseiras que podem agravar a situação. O intuito desta matéria é informar, ressalto que o diagnóstico (clínico ou através de exames complementares) e tratamento cabem há um especialista da área (Cirurgiões-Dentistas e Médicos).

 

Dr. Rafael Balbinot Junior
Cirurgião-Dentista
CRO –PR 18835

TALVES VOCÊ SE INTERESSE

ARTIGOS RELACIONADOS

Nesse período de frio as pessoas costumam fugir dos treinos, trocar por at...

Francisco Beltrão está construindo uma das maiores e mais modernas agênc...

Com a nova realidade que estamos vivendo, as pessoas que ainda não tinham...

Pelo texto de Êxodo 12, podemos ver que a páscoa era celebrada no dia 14...

Basta reparar nos homens ao redor para perceber que eles não são mais com...

O verão, ao meu olhar é a melhor de todas as estações. Pelo menos para...

o Motel é o lugar mais prático para sair da rotina e renovar a sua relaç...

Um estudo sobre casais feito pela Universidade do Estado de Utah em parceri...

0 Comentários

DEIXE O SEU COMENTÁRIO PARA ESSE ARTIGO